Trabalhos

Canto de Nanã
Ser (Tão)
Canto de Nanã
CISCO
Ser (Tão)
Oficina
Límbico
Oficina
Límbico
Oficina Dança Contemporânea
CISCO
Corpo Afro
Límbico
Corpo Afro

O Coletivo Emaranhado, fundado em 25 de maio de 2013 na cidade de Vitória/ES, é formado por artistas que se interessam pela dança como eixo central de suas pesquisas visando, sobretudo, suas possíveis relações transversais com outras linguagens.

Em nossos trabalhos refletimos sobre o que indica ou acentua os signos da arte negra pelo gesto e o que seria o descortinar do corpo a partir da dança negro-brasileira e como seria a propedêutica do corpo ação a partir de sua utilização na dança negra.

A filosofia do Emaranhado é difundir a interação constante entre as linguagens artísticas, numa performance denominada emaranhado cênico. Na gestão do coletivo se encontra Maicom Souza como diretor geral e Ricardo Reis como diretor artístico.

 

Trabalhos:

O Mar que banha a Ilha de Goré - Espetáculo Infantojuvenil de Dança Afro-brasileira (2021).

Vitória x Mucurici: aproximando saberes – Videodança (2021).

Abajur Cor de Carne: possíveis epistemologias de uma arte negro-brasileira – Livro (2021).

Estética das práticas performativas da dança afro-brasileira cênica – Livro (2021).

Ipuã - Espetáculo de Dança Contemporânea (2020).

Cruz Credo - Espetáculo de Dança Contemporânea (2020).

Abajur Cor de Carne - Cartografia pela Dança - Dança Contemporânea (2019).

A Menina e o Pássaro - Espetáculo Infantojuvenil de Dança Contemporânea (2018).

Corpo Afro – Oficina de arte negro-brasileira com dispositivo na Dança (2017).

Kalunga – Performance de Dança negro-brasileira (2017).

Límbico - Espetáculo de Dança Contemporânea (2016).

Ser (Tão) - Performance de Dança Contemporânea e Popular Brasileira (2015).

Cisco - Espetáculo de Dança Contemporânea (2014).

IMG-20190524-WA0042.jpg